Olga Furriel de Souza Cruz

Email ocruz@direito.uminho.pt

Phone +351 229 866 000

Doutorada em Psicologia, especialidade de Psicologia da Justiça, Escola de Psicologia, Universidade do Minho – Histórias e trajectórias de consumidores ‘não problemáticos’ de drogas ilícitas (2011);

Licenciada em Psicologia, pré-especialização em Psicologia da Justiça, Instituto de Educação e Psicologia, Universidade do Minho (2005);

Professora Auxiliar, Departamento de Ciências Sociais e do Comportamento, Instituto Universitário da Maia – ISMAI (desde 2011);

Membro residente, Unidade de Investigação em Criminologia e Ciências do Comportamento, Instituto Universitário da Maia – UICCC.ISMAI (desde 2011);

Vice-diretora, Unidade de Investigação em Criminologia e Ciências do Comportamento, Instituto Universitário da Maia – UICCC.ISMAI (desde 2012);

Coordenadora da linha de investigação Risco, crime e sociedade, Unidade de Investigação em Criminologia e Ciências do Comportamento, Instituto Universitário da Maia – UICCC.ISMAI (desde 2012);

Membro do Conselho Pedagógico, Instituto Universitário da Maia – ISMAI (desde ano letivo 2016-2017);

Perita em avaliação psicológica forense, Centro de Apoio e Serviço Psicológico, Instituto Universitário da Maia – CASP.ISMAI (desde 2012);

Psicóloga e perita em avaliação psicológica forense, Serviço de Consulta Psicológica e Desenvolvimento Humano, Universidade do Minho (2005-2012);

Expert peer reviewer for ERANID – European Research Area Network on Illicit Drugs – first and second joint transnational calls (respectively): Understanding Drug Use Pathways (2015), Society and Responses to Drug Use (2016);

Revisão ad-hoc de artigos;

Coordenação e dinamização de cursos e ações de formação;

Participação como arguente em diversos júris de provas académicas;

Participação em várias reuniões científicas, nacionais e internacionais, como membro da comissão científica, membro da comissão organizadora, moderadora, ou oradora;

Membro do Conselho Editorial, revista Criminologia, Direito e Sociedade (desde 2017);

Membro da Comissão Científica, revista Psiquiatria, Psicologia & Justiça (desde 2012);

Membro Efetivo, Ordem dos Psicólogos Portugueses (desde 2009).

  • Substâncias psicoativas: padrões de (ab)uso de drogas, consequências, respostas legais, associação droga-crime, respostas preventivas e de intervenção;
  • Avaliação psicológica forense;
  • Intervenção com vítimas e ofensores/as;
  • Criminologia.

Este investigador pertence ao JUSCRIM.

Livros e capítulos de livros

  • Cruz, O. S. & Cunha, O. (2018). Vítimas com incapacidades intelectuais: motivos para a sua maior vulnerabilidade e cuidados na sua avaliação psicológica forense. In M. Paulino & L. Alho (Coords.). Comportamento Criminal e Avaliação Forense. (pp. 89-100). Lisboa, Portugal: Pactor.
  • Santos, A. & Cruz, O. (2018). Vítimas de violência conjugal: Uma proposta de intervenção cognitivo-comportamental. In A. Sani & S. Caridade (Coords.). Violência, Agressão e Vitimação – Práticas para a Intervenção, 2a edição, revista e aumentada (pp. 83-104). Coimbra, Portugal: Almedina.
  • Duarte, V., Simas-Santos, M., Cruz, O., & Grangeia, H. (Orgs.) (2015). Delinquência juvenil: Explicações e implicações [Juvenile Delinquency: explications and implications]. Maia: Edições ISMAI – Série Sociedade e Segurança.
  • Cruz, O. (2014). Drogas ilícitas: consumidores “não problemáticos”. Histórias e trajetórias que os diferenciam de consumidores ‘problemáticos’ [Illicit drugs: “non-problematic” drug users. Stories and trajectories that distinguish them from ‘problematic’ drug users]. Lisbon, Portugal: Rei dos Livros
  • Santos, A. & Cruz, O. (2013). Vítimas de violência conjugal: Uma proposta de intervenção cognitivo-comportamental [Intimate partner violence victims: A cognitive-behavioral intervention proposal]. In A. Sani & S. Caridade (Coords.). Violência, agressão e vitimação: práticas para a intervenção (pp. 83-104). Coimbra, Portugal: Almedina.
  • Cruz, O. (2013). Consumidores ‘não problemáticos’ de drogas ilícitas [‘Non problematic’ illicit drugs users]. In A. Pereira, M. Calheiros, P. Vagos, I. Direito, S. Monteiro, C. Silva, & A. Gomes (Orgs.). Livro de atas do VIII Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia (pp. 1164-1173).
  • Santos, C. & Cruz, O. (2013). Representações sociais de párocos portugueses sobre a toxicodependência [Social representations of Portuguese priests about drug addiction]. Livro de Atas do VI Congresso Internacional da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça (15-20) Porto, Portugal: Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça

Artigos

  • Gandarinho, D. & Cruz, O. S., (2017). Perceptions of young ‘hidden’ cannabis users on drug law in Portugal: A qualitative study. Psiquiatria, Psicologia & Justiça, 11, 1-29 (disponível para download).
  • Pontedeira, C., Sousa, R., Cruz, O. S., Almeida, F., & Grangeia, H. (2017). Homicide in intimate relationships: What characterizes and differentiates. Psiquiatria, Psicologia & Justiça, 11, 154-189.
  • Casa-Branca, C., Grangeia, H., Cruz, O. (2016). Grooming online in Portugal: An exploratory study. Análise psicológica, 34(3), 249-263. doi: 10.14417/ap.978.
  • Cruz, O., Silva, C., Pinto, C., & Silva, J. (2016). Women, drugs and crime: An exploratory study on the nature of the drug-crime relationship with women arrested for drug-related crimes. Psiquiatria, Psicologia & Justiça, 10, 150-187.
  • Cruz, O. (2015). Nonproblematic illegal drug use: Drug use management strategies in a Portuguese sample. Journal of Drug Issues, 45(2), 133-150. doi: 10.1177/0022042614559842.
  • Pinto, V., Cruz, O., & Grangeia, H. (2015). The construction of insecurity feelings in battered women. Psiquiatria, Psicologia & Justiça, 8, 85-140.
  • Cruz, O., Silva, C., Pinto, C., Santos, H., & Silva, J. (2014). Illegal drugs and crime: Links and implications. Psiquiatria, Psicologia & Justiça, 6, 57-101.
  • Grangeia, H., Cruz, O., Teixeira, R., & Alves, P. (2013). Urban vulnerabilities: the case of the criminality associated with Porto jewelry. Latitude 7(2), 69-89 (disponível para download).
  • Cruz, O. & Machado, C. (2013). Intervention on the drugs phenomenon: some reflections and contributions to good practices. Psicologia, XXVII(1), 13-31.
  • Cruz, O., Machado, C., & Fernandes, L. (2012). The ‘drug problem’: its construction, deconstruction and reconstruction. Análise psicológica, XXX (1-2), 49-61 (disponível para download).
  • Cruz, O. & Machado, C. (2010). ‘Non problematic’ illicit drugs use. Toxicodependências, 16, 39-47 (disponível para download).
  • Machado, C., Matos, M., Saavedra, R., Cruz, O., Antunes, C., Pereira, M., Rato, A., Pereira, I., Carvalho, C., & Capitão, L. (2009). Professional’s beliefs and attitudes about intimate partner violence: studies with health professionals, policemen and teachers. Acta Médica Portuguesa, 22, 735-742.Cruz, O. & Machado, C. (2008). Assessment of the allegations of sexual victimization of people with mental disability. Psychologica, 48, 293-315.

Entradas de dicionário

  • Cruz, O. (in preparation). Substance-related and addictive disorders. In R. Maia, L. Nunes, S. Caridade, A. Sani, L. Afonso, C. Nogueira, & H. Fernandes (Eds.). Encyclopedic Dictionary Behaviour and Mental Health. Lisbon: Sílabo.
  • Cruz, O. (2016). Drug abuse. In R. Maia, L. Nunes, S. Caridade, A. Sani, L. Afonso, C. Nogueira, & H. Fernandes (Eds.). Dictionary Crime, Justice and Society (pp. 10-11). Lisbon: Sílabo.

Comunicações

  • Cruz, O. (25 julho 2018). Uso recreativo de cannabis: Mitos e realidades. João Goulão à conversa com … Olga Souza Cruz. Seminário Inaugural do III Congresso SICAD e 10 anos de FNAS. Lisboa: CCB.
  • Cruz, O. S. & Carvalho, M. C. (18 de Novembro, 2017). O consumo não problemático de cannabis existe? [Can non-problematic use of cannabis exist?]. Cannadouro – I Feira International do Cânhamo. Porto: Alfândega.
  • Cruz, O. S., & Cunha, O. (3 de Novembro, 2017). Avaliação psicológica forense de pessoas com incapacidade intelectual: desafios e procedimentos [Forensic psychological assessment of people with intellectual disability: challenges and procedures]. VIII Congresso International da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça. Porto.
  • Grangeia, H., Cruz, O., Almeida, F., Pontedeira, C., & Sousa, R. (8 de Setembro, 2017). “Premeditation in Intimate Partner Homicides: are these crimes of passion?”, IInd European Conference on Domestic Violence. Porto: FPCEUP.
  • Cruz, O. S., & Cunha, O. (8 de Setembro, 2017). “Specificities in the forensic assessment of people with intellectual disability”. IInd European Conference on Domestic Violence. Porto: FPCEUP.
  • Pontedeira, C., Sousa, R., Grangeia, H. & Cruz, O. (25 de Maio, 2017). “Comparison between intimate partner homicides and other homicide contexts: Premeditation and previous violence in analysis”. Annual conference of the European Network on Gender and Violence. Milan: University Milano-Bicocca.
  • Cruz, O. S., & Cunha, O. (7 de Abril, 2017). Abuso sexual de pessoas com incapacidades intelectuais: o processo de avaliação psicológica forense destas alegações [Sexual abuse of people with intellectual disabilities: the forensic psychological assessment process of these allegations]. II Colóquio Internacional do OPVC “Violência, crime e desvio”. Porto: UFP.
  • Pontedeira, C., Sousa, R., Cruz, O., & Grangeia, H. (27 de janeiro, 2017). Homicídio na intimidade: particularidades e diferenças em relação aos outros contextos de homicídio [Homicide in intimacy: particularities and differences in relation to other homicide contexts]. II Encontro da Secção Temática de Sociologia do Direito e da Justiça da Associação Portuguesa de Sociologia. Braga: Universidade do Minho.
  • Cruz, O., Grangeia, H., Pontedeira, C., & Sousa, R (3 de Setembro, 2016). “Contexts of homicide in Portugal: Characterization of offenders and crime dynamics”. 44th Annual Conference of the European Group for the Study of Deviance and Social Control. Braga: University of Minho.
  • Pontedeira, C., Sousa, R., Grangeia, H. & Cruz, O. (23 de Setembro, 2016). “Intimate Partner Homicide: what is different from other homicides?”. 16th Annual Conference of the European Society of Criminology 2016. Münster: University of Münster.
  • Cruz, O. & Cunha, O. (10 de Novembro, 2016). “Psychological assessment of allegations of sexual abuse in people with intellectual disabilities”. III Conference of the National Institute of legal Medicine and Forensic Sciences. Coimbra: INMLCF, I.P.
  • Pontedeira, C., Sousa, R., Grangeia, H. & Cruz, O. (10 de Novembro, 2016). “Os homicídios em contexto de intimidade: Características a partir de dados oficiais”. III Conferência do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, I.P.. Coimbra, Portugal: INMLCF, I.P..
  • Sousa, R., Pontedeira, C., Grangeia, H. & Cruz, O. (27 outubro, 2016). “Homicídios em Portugal: contextos, dinâmicas e perpetradores”. I Encontro da Linha de Investigação Risco, Crime e Sociedade da UICCC. Maia, Portugal: ISMAI.
  • Cruz, O. (1 de Outubro, 2016). “‘Non-problematic’ illicit drug use: the importance of constant self-regulation of drug use “. 3rd Congress of the Order of Portuguese Psychologists. Porto: Alfândega do Porto.
  • Cruz, O., Grangeia, H., Pontedeira, C., & Sousa, R (1 de Julho, 2016). Contextos de homicídio em Portugal: Caracterização dos ofensores e das dinâmicas do crime. IX SNIP. Faro, Portugal.
  • Grangeia, H., Cruz, O., Pontedeira, C., & Sousa, R (7 de Julho, 2016). “Contextos e padrões dos homicídios em Portugal: reflexões a partir dos dados oficialmente sinalizados”. IX Congresso Português de Sociologia. Faro, Portugal: Universidade do Algarve.
  • Grangeia, H., Pontedeira, C., Cruz, O., & Sousa, R (26 de Novembro, 2015). “Homicídios e violência letal: Contributos empíricos para a compreensão do fenómeno”. VII Congresso Internacional da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça. Porto, Portugal. URL: http://www.spppj.com/uploads/programav..3.pdf
  • Cruz, O., Grangeia, H., Pontedeira, C., & Sousa, R (4 de Setembro, 2015). “Homicides and lethal violence in Portugal”. 15th Annual Conference of the European Society of Criminology. Porto, Portugal: Universidade do Porto. http://www.esc-eurocrim.org/images/esc/files/Eurocrim2015_Book_Of_Abstracts.pdf
  • Cruz, O. (24 de Março, 2014). Consumos ‘não problemáticos’ de drogas ilícitas [‘Non-problematic’ illicit drug use]. Aula inaugural do curso de Psicologia do Unilasalle. Canoas, Brasil: Centro Universitário La Salle (videoconferência). http://www.unilasalle.edu.br/canoas/eventos/aula-inaugural-psicologia-2014-1/
  • Cruz, O., & Grangeia, H. (13 de Maio, 2014). Apresentação oficial do relatório do projeto: Da investigação à ação: Prevenção da criminalidade associada às ourivesarias e relojoarias [Official presentation of the project report: “From research to action: Crime prevention associated with jewelers and jewelery stores”]. Seminário Criminalidade associada às ourivesarias – Dos dados à prevenção. Maia: ISMAI
  • Cruz, O. (6 de Novembro, 2014). Delinear os novos contornos do consumo (não) problemático [Outline the new features of (non) problematic drug use]. I Congresso de Comportamentos Aditivos e Saúde Mental: Velhas rotas, novos horizontes. Gondomar: Clínica do Outeiro.
  • Cruz, O. & Grangeia, H. (7 de Novembro, 2013). “Vítimas” da insegurança em contextos urbanos [Insecurity “victims” in urban contexts]. VI Congresso Internacional da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça. Porto: Palácio da Bolsa.
  • Teixeira, A., Grangeia, H., & Cruz, O. (8 de Novembro, 2013). O crime associado às ourivesarias no concelho do Porto: um estudo exploratório [O’Porto crime associated with jewelries: an exploratory study]. VI Congresso Internacional da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça. Porto: Palácio da Bolsa.
  • Cruz, O. (6 de Setembro, 2013). ‘Non problematic’ illegal drug use. European Association of Psychology and Law conference. Coventry, England: EAPL.

Organização de seminários e conferências

  • 2 e 3 de novembro de 2017 – Membro da Comissão Científica do VIII Congresso Internacional da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça, organizado pela Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça. Porto: Palacete Araújo Porto.
  • 6 a 9 de setembro de 2017 – Membro da Comissão Científica da IInd European Conference on Domestic Violence. Porto: FPCEUP.
  • 6 e 7 de abril de 2017 – Membro da Comissão Científica do II Colóquio Internacional do OPVC: “Violência, Crime e Desvio – Vítimas de Violência e Crime”. Porto: UFP.
  • 4 abril de 2017 – Membro da Comissão Organizadora e da Comissão Científica do Seminário “Violência sexual: investigação, prevenção e intervenção”. Maia: ISMAI.
  • 26 outubro 2016 – Membro da Comissão Organizadora e da Comissão Científica do I Encontro da Linha de Investigação em Risco, Crime e Sociedade da UICCC (Unidade de Investigação em Criminologia e Ciências do Comportamento): Espaços de reclusão: Desafios à profissão e à investigação.
  • 13 maio 2014 – Membro da Comissão Organizadora do Seminário Criminalidade associada às ourivesarias – Dos dados à prevenção, organizado pela Unidade de Investigação em Criminologia e Ciências do Comportamento do ISMAI e pelo Núcleo de Estudantes de Criminologia. Maia: ISMAI.
  • 13 de maio 2014 – Membro da Comissão Organizadora e da Comissão Científica da Formação Prevenção das atividades criminais em ourivesarias, organizado pela Unidade de Investigação em Criminologia e Ciências do Comportamento do ISMAI. Maia: ISMAI.
  • 8 de março de 2013 – Membro da Comissão Organizadora da 2ª Mesa Redonda – (In)Seguranças Urbanas, iniciativa inserida no âmbito do Ciclo de Conferências em Criminologia, organizado conjuntamente pela Unidade de Investigação em Criminologia e Ciências do Comportamento do Instituto Superior da Maia (UICCC) e pelo Núcleo de Estudantes de Criminologia (NEC). Maia: ISMAI.

Outros

  • 30 abril de 2018 a 31 outubro de 2018 – Coordenadora do Mestrado em Psicologia Clínica Forense-Intervenção com Agressores e Vítimas do ISMAI (em substituição da Doutora Anita Santos)
  • outubro 2017, dezembro 2017, janeiro 2018 – Coordenadora de ação e formadora em várias ações no âmbito do projeto E- Gender (aprovado no âmbito do POISE-36-2015-20, Tipologia de Operações 3.15 – CIG)